Mostrando postagens com marcador Guerra Fria. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Guerra Fria. Mostrar todas as postagens

Treze Dias Que Abalaram o Mundo

Cuba, Outubro de 1962
 
Um avião de reconhecimento americano U-2 sobrevoa a ilha e tira algumas fotos de alta resolução que despertam terríveis suspeitas.
 
Ao serem analisadas pelo Centro de Interpretação Fotográfica Nacional, o NPIC, aquelas fotos revelariam uma operação que havia passado completamente despercebida pelas forças armadas americanas: a instalação de mísseis nucleares russos na ilha de Cuba, a pouco mais de 100 km da Flórida.
 
No dia 15 de outubro o então presidente americano John F. Kennedy é alertado e convoca uma reunião do conselho formado por nove membros, chamado de Comitê Executivo do Conselho de Segurança Nacional, o EXCOMM, para discutirem o que fazer a respeito, mantendo tudo ainda no mais absoluto sigilo, dando início a um período de 13 dias de uma crise sem precedentes na história da humanidade. 
 
Esse episódio  tão importante da nossa história recente, conhecido como a Crise dos Mísseis de Cuba, está magistralmente contado no filme Treze Dias que Abalaram o Mundo (título original: Thirteen Days), lançado em 2000, do diretor australiano Roger Donaldson
 


 
 
O EXCOMM era formado, entre outros, pelo irmão do presidente, o Ministro da Justiça Robert (Bobby) Kennedy, pelo Lyndon Johnson - Vice-presidente, pelo Robert McNamara - Secretário da Defesa, por John McCone - Diretor da CIA e pelo General Maxwell Taylor - Chefe das Forças Armadas.
 
Além dos membros do conselho havia também outros participantes que eram secretários e conselheiros da confiança do presidente, como Assistente Especial e amigo pessoal do presidente, Kenneth O'Donnel, personagem principal do filme vivido pelo ator Kevin Costner.

A Crise dos Mísseis de Cuba foi um evento que levou a humanidade o mais próximo possível de seu extermínio.


Há pouco mais de um ano antes, entre os dias de 17 e 19 de abril de 1961, o presidente Kennedy havia promovido uma fracassada invasão à ilha de Cuba, tomada em 1959  pelo líder guerrilheiro Fidel Castro e seu aliado Ernesto "Che" Guevara, durante a Revolução Socialista Cubana, quando Cuba se aliou à antiga União Soviética. Esse episódio ficou conhecido como Invasão à Baía dos Porcos.

Os russos e os cubanos achavam que os americanos não desistiriam de destituir Fidel e poderiam tentar outra invasão a qualquer momento.

Além disso, os americanos mantinham alguns mísseis na Turquia e na Itália, já obsoletos e fora de operação. Os russos sentiam-se ameaçados por essas armas, principalmente pelas que estavam no vizinho território turco.

Esses dois fatos, a Invasão da Baía dos Porcos e a manutenção dos mísseis americanos na Turquia, foram as razões que o Primeiro Ministro russo Nikita Kruschev precisava para por em prática a OPERAÇÃO ANADYR, com a colocação dos mísseis em Cuba apontados para os Estados Unidos, oferecendo aos americanos o mesmo grau de ameaça e insegurança.