Mostrando postagens com marcador Surgimento do Cinema. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Surgimento do Cinema. Mostrar todas as postagens

A Inveção de Hugo Cabret

Paris, 1930.
 
Na esperança de descobrir uma mensagem de seu falecido pai, um garoto solitário que vive escondido nas dependências de uma estação de trem em Paris, tenta consertar um "autômato", uma espécie de boneco mecânico que funciona com engrenagens como as de um relógio.
 
O garoto é Hugo Cabret, de 12 anos de idade. Para concluir sua façanha ele começa a roubar as peças de um velho senhor que restaura brinquedos também na estação, Paga Georges. Só que o que ele vai descobrir quando ao ser desmascarado por Papa Georges irá mudar completamente a sua vida.
 
Essa emocionante história cheia de aventuras e suspense está contada no filme "A Invenção de Hugo Cabret" (Hugo), de 2011, do brilhante diretor americano Martin Scorsese. O filme é baseado no livro homônimo do escritor americano  Brian Selznick, publicado em 2007, e foi vencedor de 5 Oscar em 2012.

 
 
Ele faz uma belíssima e merecida homenagem ao grande diretor de cinema e de teatro, o ilusionista Georges Méliès, de quem já falamos aqui no blog no post do seu filme "A Viagem à Lua", de 1902. Quem interpreta brilhantemente Papa Georges - Georges Méliès é o ator britânico Ben Kingley.
 
 
Cartaz do filme "A Viagem à Lua"
 
 
O Autômato de Hugo Cabret

Ben Kingsley como Papa Georges (Georges Mèliès)
 
 
Georges Méliès

 
 



A Viagem à Lua

O curta-metragem de 15 minutos,  "A Viagem à Lua" (Le Voyage dans la Lune), de 1902, foi dirigido por um dos pioneiros do cinema, o grande diretor francês Georges Miélès (1861-1838),
 
Inspirada no livro "Da Terra à Lua", de Júlio Verne, essa ficção mostra de maneira poética, teatral e criativa, uma expedição de homens à lua. Um astrônomo que mais parece o mago Merlin, convence outros professores ou cientistas a fazerem uma viagem à lua em um foguete ou cápsula de metal em formato de bala que é disparado por um canhão.
 
 
 
 
Chegando lá o foguete aterrissa justamente no olho direito da "face da lua", formando a figura que se tornaria uma imagem icônica do cinema.
 
Lá eles encontram e entram em confronto com os nativos "selenitas", um povo que vive em uma floresta de cogumelos gigantes, e que recebem esse nome em homenagem à Selene, a deusa grega da lua.
 
Mas antes desse encontro com a população local os astronautas passam a noite dormindo em seus sacos de dormir, enquanto são observados pelo Cosmos, representado pelas sete estrelas da Ursa Maior.
 

 
 
Miéles era um ilusionista, um mágico profissional e também diretor de teatro. Ele estava presente quando os irmãos Lumière fizeram a projeção de La Sortie de l'usine Lumière à Lyon (A Saída da Fábrica Lumière em Lyon), no Grand Café de Paris, em 1895, o marco inicial do surgimento do cinema.
 

Georges Méliès
Ele, que já era um profissional do entretenimento e do ilusionismo, ficou muito encantado com aquela invenção e viu um enorme potencial no cinema como veículo para a ilusão e fantasia, unindo o fantástico ao macabro.
 
Por suas técnicas inovadoras, é considerado o inventor dos efeitos especiais. Charlie Chaplin o chamava de "O Alquimista da Luz".
 
Depois de produzir mais de 500 curta-metragens, morreu no ostracismo em 1838, mas foi devidamente homenageado no filme "A Invenção de Hugo Cabret", de 2011, do diretor Martin Scorsese, vencedor de 5 prêmios Oscar em 2012.